domingo, março 27, 2005

Novas Esperanças

E novos dias vieram
Depois da tempestade que me assolou
E novas espernças quiseram
Navegar por aquilo que agora sou
Os tristes sonhos partiram
Num mar tranquilo e sereno
Velhos medos se sumiram
pela impersistencia da inquietude
pela mudança de atitude.
Agora espero por aquilo que dantes sentia
Espero que por esse labirinto volte
O prazer da companhia
E que com isso a alegria se solte
E eu que quero retornar,
não às sombras dos jazigos, às sombras do sentimento,
Mas regressar para a nova aurora, contemplar
Deixar de vez que as profundas tristezas
Se afundem no enorme mar, do esquecimento.



Ruben Salazar
27/03/05

2 comentários:

Viuva Negra disse...

obrigada pela visita ao viuva negra!
Vou deixar aqui um conselho , mas é a minha modesta opiniao! O tipo de letra dificulta a leituta , no fundo preto !!!

Use the force! Use the smile! disse...

Muito bom gostei!!

contiua a explorar esse dom!

escrever um mundo melhor!!!


Abraço