quinta-feira, março 19, 2009

vazio

farto o sentido do viver
o contemplar do envelhecer
farto o mundo e tudo o que nele existe
tudo odeio até as palavras que proferiste

e calado oiço o ruido em volta
escuto os risos e gargalhadas
vejo as conquistas e as vidas derrotadas
e em todas elas vejo a minha revolta

tomo em conta a opção do suicidio
a morte da mente o fim do delirio
tento convencer-me, a morte nunca foi solução

é um fim e também esse não tem qualquer razão
Sinto-me mais uma vez perdido ao acaso e sem rumo
e é tal o vazio que é impossivel seu inumo

1 comentário:

friend disse...

http://www.youtube.com/watch?v=P3y_ICG_GjI