sábado, outubro 08, 2005

Gritos mudos...

o silencio...Na noite completamente vazia
o silencio...Na minha eterna solidao para com o mundo
recordam-me os meus erros, aqueles que cometo dia-a-dia
recordam-me os meus erros, aqueles que cometi para contigo
e ainda na noite, me lamento,
porque o sono, com quem tenho costas voltadas
esqueceu-se de mim em mais uma noite,
em mais uma das morosas madrugadas...
E nesta noite em que o silencio me une talvez a ti
que nao me ves, nem ouves, talvez nem te lembres de mim
tal como eu te recordo a cada instante em que penso...
Em que olho para dentro e alvejo talvez assim,
um pouco de mim em ti, um pouco de ti em mim...
E não chorarei, porque também as lagrima fugiram
no longo tempo que tiveram, em que eu tambem delas me esqueci
Quieto e triste fico, apenas a pensar, na alegria de outrora
na alegria que me deixa a cada instante mais isolado
mais triste e um pouco mais para alem do completamente desolado
...
O silencio é assim, quando me encontra nestas longas horas
o silencio é assim, quando me vê e me acompanha...

3 comentários:

Idi disse...

Gritos mudos...

As the deer is crying to get water
my soul cries out for you, Lord.
You, Lord, alone are the desire of my heart
I will adore you, oh my Lord!

You, Lord, alone are shadow and shield, to you, Lord, alone my heart surrenders
You, Lord, alone are the desire of my heart
I will adore you, oh my Lord (Jesus)

irina disse...

O que escreves aqui é muito lindo, Ruben... A vezes, quando leio o seu blog, sento como se lesse os meus propios pensamentos... (corrige se não está correto por favor)

ruben disse...

(...)Há vezes, que quando(...)sinto como se lê-se(...)

Cada vez está melhor o teu português, e tenho obrigatóriamente que te dar os parabéns, porque tanto quanto sei o português é realmente dificil de aprender :)

Já agora há outra coisa que está mal na sua frase:"O que escreves aqui é muito lindo" isto está tudo mal...lol...just kidding
Obrigado Irina