terça-feira, setembro 13, 2005

E depois das férias, regressam as aulas e ficam os pedaços de recordações do verão...



Pois é o regresso às aulas, o regresso a Setúbal...


Seleção dos "capitulos" de Verão
_______________________________

Tanto se passou, e não voltará a ser
Tanto que te tinha para dizer
Mas achei as palavras vagas e traiçoeiras
as palavras eram tristes e brejeiras
talvez porque pensa-se que o olhar por si falasse
Porque achei que assim ele te encontrasse
E assim distanciei-me na minha mudez
tornei-me essencialmente estranho, e triste por uma ou outra vez...

___________________________

Nas longas horas nocturnas o sono desaparece
Fecho os olhos na esperança que possas de alguma forma aparecer
Penso em ti, outra e outra vez, rezo talvez uma prece
Caio no desespero, parece que nada acontece, senão quando aparece uma fada
Que me atormenta o pensamento já profundo, e a ti te volta a fazer ser,
Uma loucura, uma outra doçura, uma imensidão de prazer...
Tento por fim dormir e por um fim à longa jornada,
Porque o tempo não espera e o dia parece querer a toda o custo amanhecer
Mas apenas penso no momento em que te voltarei a ver no que hei-de talvez fazer
Penso muito..E no fundo sei que apenas penso em nada...
Pois o cansaço me vence na já longa madrugada!
_______________________________

O pensamento já não me deixa dormir
Quero a toda a força atrás voltar
Ao ponto de partida, às capelas...A todo o lugar
Eu simplesmento quero ir...

Fecho mais uma vez os olhos e protrume na cama cansado
Sonho contigo na esperança de alguma vez regressar
Aos momentos bons, aqueles em que contigo tenho sonhado
A todos quero voltar...
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Mões-me o pensamento
Mões o sentimento
A culpa de não te poder falar
Volta uma vez mais a me culpabilizar...
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

De sonhos vivo, mas não consigo adormecer
porque quando fecho os olhos és a primeira a aparecer
E tento talvez de olhos fechado fazer o que não fiz
Tento dizer-te que ao pé de ti de qualquer forma sou feliz!
_______________________________
Noutras Horas e Noutros momentos!
Receita da infelicidade
Estou tão triste e miserável
Tão seco e detestável...
Paixão efémera que não se dilui
nas calmas águas do choro que fui...
Sento-me por um instante
e penso em ti não obstante,
em ti, perto e não distante,
Em ti penso noite e dia, estrela cintilante...
Pergunto então a mim,
Porque me calo e consinto tal mudez?
Porque não te digo por fim?
Porque penso eu isso ser apenas estupidez?
Porque guardo em mim o sentimento e a insatifação?
Porque não te digo que te Amo, de vez?
Porque me escondo abatido pelo medo da rejeição?
Porque deixo eu murchar as feições e o coração?
Porque não falo, porque não digo?
Porque me calo e em seguida desligo?
Apenas e simplesmento porquê? Ou por outra, poruque não?
_______________________________
Regressei!

6 comentários:

Anónimo disse...

Fight Over Gmail Trademark Continues
After 15 months of trademark negotiations, talks between Google and Independent International Investment Research have failed .
Now that's some good blogging! Can't wait to read more. I'll be back for another dose.

I have a paint pen site. My site covers paint pen related stuff. It's a pretty cool site with a bunch of paint pen examples.
I hope you enjoy!

Idi disse...

Dear Ruben, to avoid spam please choose on the page where you can edit your posts:
"definicoes", "comentarios", "Exibir uma confirmação de palavras para os comentários? ", "Sim"
Heidi

Seguramente has visto el cambio en mi blog.
En el momento solo escribo en aleman y solo escribo oraciones. Esto es muy bien para mi alma. Puedo calmar en esto y también es más fácil orar durante todo el día cuando oro una hora en mi blog (no escribo todas mis oraciones)

No se si te gusta pero voy a escribir una oración por tí porque tus palabras me han tocado.
Ciao Heidi

Senor, bendiga a Ruben.
Yo te ruego
porque tu has leído lo que él escribes de la profundidad de su corazón y yo soy incapable de dar una respuesta a palabras tan profundas porque son demasiado tristes para mi.
Oh Senor, te ruego que to bendices a Ruben y ayudale a encontrar el camino correcto, - el camino que va a tí, oh Senor.
Ayudale a hallar el sitio correcto adónde puede hallar tranquilidad para su alma en tí, oh Senor, Jesus.
Idi

ruben disse...

Hi Idi
Thanks for the tip, and for the pray :)

Someday I hope I'll find the way, and at that moment I also hope I have the courage to walk through the path :)

See ya

Idi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Idi disse...

He visto ayer por la noche que hubiera sido mejor de ayudar a mis amigos.
No he escrito mi solicitud y al final he estado durante toda la tarde y toda la noche en casa, he bloguiado para encontrar respuestas para el camino correcto y he gastado bastante dinero en la tienda.
Y cuando había orado, tenía la impresión de escribir esta solicitud.
Si hubiera obedecido hubiera sido mejor - así por la noche he visto que la mejor cosa es siempre oír la voz del Senor Jesucristo.

Idi disse...

Cuando veo la foto me recuerdo de los vacaciones con todo mi familia en Sardinia.

Fue un pequeno monte como en la foto y un día mi hermano ha dicho: yo voy con mi amigo ir en este monte.
Usted puedes tener el "Funk" es alguna cosa como un "Handy/Mobil/Cell-Telephone" y vamos a deciros cuando hemos subido.
Después de un tiempo ha hablado con nosotros con el Handy y ha dicho: Nosotros estamos aqui alto en el monte al lado de tan y tan arból : HUHUHUHUH no puedes vernos?

Y mientras que nosotros trataron de ver con o sin gafas mas claro, él fue completamente en otra dirección no tan lejos de nosotros.

Fue muy cómico.
Después de un o dos minutos ha llegado a nosotros y ha confesado: lo hemos hecho para reír: no hemos ido en el monte, nos hemos quedado aqui abajo.
jejeje - Heidi