terça-feira, setembro 20, 2005

Pensamentos...

Quem me dera de ti não me lembrar
A saber que andas perdida nas ruas do meu pensamento
acompanhada apenas da amarga sensação do esquecimento
quem me dera não lembrar...

No fundo queria apenas de mim me esquecer,
daquilo que sou, quem me dera saber o que quero ser
....
Que devo fazer? apenas sito uma estrofe bastante conhecida...

..."A cidade está deserta
E alguém escreveu o teu nome em toda a parte
Nas casas, nos carros, nas pontes, nas ruas
Em todo o lado essa palavra
Repetida ao expoente da loucura
Ora amarga! ora doce
Pra nos lembrar que o amor é uma doença
Quando nele julgamos ver a nossa cura
"

Julguei talvez em ti ver a minha cura, e agora que me perco nos becos do esquecimento, e me encontro por vezes nas avenidas da loucura, reparo em mim e posso afirmar que estou realmente doente...

6 comentários:

irina disse...

Querido Ruben,

Muito bonito o que escribes aqui... Estou sorprendida de ver quanto talento voce tem! Fico feliz que ainda desinhas, siga assim e tenta de fazer mais, tenta de pintar, tenta de fazer uma exposicao... Tinhas pensado nisso? O nao quer? Se eu tivesse esse talento...
Gostei da poesia tambem. Queria perguntar... esse amor e verdadeiro, ou so fantasia? Nao tem que responder, claro... So estava curiosa de ver se alguem pode escrever tao realmente sobre uma fantasia...

ruben disse...

Olá Irina,

O seu português começa a ser ter uma pitada de espanhol misturada, mas com o tempo melhorará.

Em relação a pintar, eu também já pintei, mas pintar é muito diferente, eu queria mesmo aprender mais a desenhar, gostava de conseguir desenhar qualquer coisa em que pensasse (o que infelizmente não acontece).

Em relação à tua pergunta sobre o amor que descrevo, nem eu sei nesta altura se é fantasia ou é real, mas posso dizer que se já não é, pelo menos já real.

E em relação a ti, como vão as coisas por Inglaterra? (eu li um dos teus posts, pareces estar a adaptar-te relativamente bem, talvez com excepção das refeições lol)

See ya

ruben disse...

By the way, I wish you the best luck in England!

Take care

irina disse...

Ruben!!! Nao pode dizer que o meu portugues e misturado com o espanhol e depois deixar-me assim!!! Voce tem que me ajudar! Nao tinha falado ou escribido portugues desde algum tempo, e por isso. Diga-me, se tem tempo, onde foram os erros, eu quero aprender! Pode? Obrigada...
Na Inglaterra todo esta bem. Acho que nao vou ter muitos amigos pero me va a gustar muito trabalhar com os meninos...

Idi disse...

!Qué bonito que Jesús me ha librado (libre) de esa enfermedad!

En este contexto de ser nueva creatura sin esta enfermedad, me recuerdo de una canción alemán:

Removeu meu carga de mim - e rolado lhe no mar, rolado lhe no mar, rolado lhe no mar! Removeu meu carga de mim - e rolado lhe no mar: Neste caso não é difícil dizer: "adeus"!

ruben disse...

Irina: Cá vao as correções...


Querido Ruben,

Muito bonito o que escreves-te aqui... Estou surpreendida em ver quanto talento você tem! Fico feliz que ainda desenhes. Continue assim e tenta fazer mais, tenta pintar, tenta fazer uma exposicao... Tinhas pensado nisso? Ou nao quer? Se eu tivesse esse talento...
Gostei da poesia tambem. Queria perguntar... esse amor é verdadeiro, ou so fantasia? Nao tens (porque nao sou nenhum Sr.) que responder, claro... Só estava curiosa de ver se alguem pode escrever tao (realmente)verdadeiramente (escrever coisa tao sincera) sobre uma fantasia...

-----------------------------------
Respondendo à sua pergunta, nem eu sei se ele existe realmente ou se é só pensamento, só fantasia...